Catálogo Mata Atlântica

Referências Bibliográficas
  1. Albuquerque, M.P.; Pereira, A.B.; Carvalho Júnior, A.A. 2010. A família Agaricaceae Chevall. Em trechos de mata atlântica da Reserva Biológica do Tinguá, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Brasil: Gêneros Agaricus, Cystolepiota e Lepiota. Acta Botânica Brasilica. 24(2): 497-509.
  2. Barroso, G.M.; Peixoto, A.L. 1996. Uma nova espécie de Calyptranthes (Myrtaceae) da flora do Rio de Janeiro, Brasil. Acta Botânica Brasilica. 10(1):79-83.
  3. Braz, D.M.; Moura, M.V.; da Rosa, M.M.T. 2004. Chave de identificação para as espécies de dicotiledôneas arbóreas da Reserva Biológica do Tinguá, RJ, com base em caracteres vegetativos. Acta Botânica Brasilica. 18(2):225-240.
  4. Dias, D.; Perachi, A.L. 2008. Quirópteros da Reserva Biológica do Tinguá, estado do Rio de Janeiro, sudeste do Brasil (Mammalia: Chiroptera). Revista Brasileira de Zoologia 25(2):333-369.
  5. Dias, D.; Perachi, A.L. 2007. Primeiro registro de Myotis riparius Handley (Mammalia, Chiroptera, Vespertilionidae) no estado do Rio de Janeiro, sudeste do Brasil. Revista Brasileira de Zoologia 24(2):508-511.
  6. Hottz, D. 2010. Efeitos de Borda sobre comunidades arbóreas em dois remanescentes florestais de mata atlântica: composição florística e síndromes de dispersão de sementes. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio de Janeiro – Museu Nacional. 162pp.
  7. De Jesus, M.F.S. 2009. Análise dos efeitos de borda sobre a composição, dinâmica e estrutura da comunidade arbórea na mata atlântica da Reserva Biológica do Tinguá – RJ. Dissertação de Mestrado. Escola Nacional de Botânica Tropical, Rio de Janeiro, RJ. 158pp.
  8. Lima, M.S.C. 2012. Efeitos de borda lineares de diferentes idades sobre a composição e estrutura da comunidade arbustiva-arbórea na mata atlântica. Dissertação de Mestrado. Escola Nacional de Botânica Tropical, Rio de Janeiro, RJ. 89pp.
  9. Marinho, C.R.; Barbosa, L.S.; Azevedo, A.C.G.; Queiroz, M.M.C.; Valgode, M.A.; Aguiar-Coelho, V.M. 2006. Diversity of Calliphoridae (Diptera) in Brazil’s Tinguá Biological Reserve. Brazilizan Journal of Biology. 66(1A):95-100.
  10. Melo, L.R. 2006. Efeitos de borda sobre a dinâmica e estrutura das comunidades de árvores na mata atlântica da Reserva Biológica do Tinguá. Monografia. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ.
  11. Da Rosa, L.P.G. 2009. Efeitos de borda na Reserva Biológica do Tinguá: composição e síndromes de dispersão das espécies arbóreas com bases nas famílias Lauraceae, Leguminosae e Rubiaceae. Monografia. Universidade Santa Úrsula, Rio de Janeiro, RJ. 38pp.
  12. Varela, S.M.; Lopes, A.; Ferreira, M.C.; Richter M. 2013. A Reserva Biológica do Tinguá (RJ) e a comunidade do entorno: uma análise da relação a partir do conceito de percepção ambiental. Anais- Uso público em unidades de conservação. 1(1):211-220.
  13. Pinto Sobrinho, F.A.; Christo, A.G.; Guedes-Bruni, R.R. 2010. Fitossociologia do componente arbóreo num remanescentes de floresta ombrófila densa submontana limítrofe à Reserva Biológica do Tinguá, Floresta. 40(1):11-124.
  14. MMA/IBAMA 2006. Plano de Manejo da Reserva Biológica do Tinguá-RJ. Brasília-DF. 951pp.
  15. MMA/JBRJ 2004. Relatório de atividades. Rio de Janeiro. 173pp.
  16. Saunders, C.A.B.; Fernandes, P.J.F. 2008. Análise hidrogeográfica do Rio Tinguá. Anais do Congresso Brasileiro de Cadastro Técnico Multifinalitário. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina.
  17. Souza, J.C. 2003. Reserva Biológica Tinguá, RJ – Discutindo o processo de co-gestão a partir de uma iniciativa local. Dissertação de Mestrado. Escola Nacional de Ciências Estísticas / Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas. 324pp.
  18. Souza, G.O. 2007. Interações entre formigas e diásporos de espécies vegetais da mata atlântica na Reserva Biológica do Tinguá, Nova Iguaçu, RJ, Brasil. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. 53pp.
  19. Veiga-Ferreira, S.; Mayhé-Nunes, A.J.; Queiroz, J.M. 2005. Formigas de serapilheira na Reserva Biológica do Tinguá, estado do Rio Janeiro, Brasil (Hymenoptera:Formicidae). Rev. Univ. Rural, Sér. Ci. Vida. 25(1):49-54.